domingo, 25 de junho de 2017

Primeiro panda gigante nascido em 5 anos em zoológico de Tóquio é fêmea...

 

Uma equipe do zoológico japonês de Ueno confirmou nesta sexta-feira que o exemplar de urso panda gigante nascido há 11 dias, o primeiro dessa espécie vulnerável neste local de Tóquio em cinco anos, é uma fêmea.

Uma equipe médica do zoo e um especialista chinês em pandas realizaram na quinta-feira o terceiro exame médico desde seu nascimento, e puderam finalmente identificar seus órgãos genitais externos, segundo divulgaram os meios de comunicação locais.

O filhote, que aparenta estar em bom estado de saúde, pesa agora 283,9 gramas e mede 17,6 centímetros (105 gramas e 1,2 centímetros a mais, respectivamente, que há cinco dias).

Além disso, o filhote começa já a revelar as cores brancas e pretas características desta espécie vulnerável.

Os progenitores, a fêmea Shin Shin e o macho Ri Ri, ambos de 11 anos de idade, já tiveram um filhote em 2012, o primeiro deste zoo em 24 anos, mas este morreu de pneumonia seis dias após nascer.

O panda gigante é uma das espécies mais vulneráveis no reino animal devido à dificuldade que tem para se reproduzir, um problema derivado da perda de hábitat e a endogamia, e pelo curto período fértil das fêmeas, de 36 horas ao ano.

Segundo a última recontagem das autoridades da China, onde vive a maioria das pandas gigantes em liberdade, o país tem 1.864 pandas gigantes e 371 vivem em cativeiro no mundo todo. 

Fonte: terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário