quinta-feira, 18 de maio de 2017

Turismo sustentável começa antes da viagem...


Viajar é ótimo. Faz bem ao espírito, você conhece gente nova, lugares bonitos e culturas diferentes da sua. De quebra você ainda estimula a economia da região e garante o sustento de muita gente. Mas antes de fazer suas malas, confira essas dicas e saiba o que você pode fazer para tornar as suas férias mais sustentáveis.

O primeiro passo é se informar: Aprenda algumas palavras essenciais na língua oficial do destino e conheça as normas sociais daquele lugar. Cumprimentos, vestimentas, hábitos e valores que podem ser “normais” na sua região podem ser um tremenda ofensa por lá. Por isso procure se informar e saber como se comportar.

Dê preferência a destinos que se importam com o meio ambiente e com a comunidade local. Programas de proteção ambiental, valorização da cultura e estímulo à economia dos trabalhadores locais devem ser prioridade.

Aproveite e confira os hotéis, albergues, pousadas e camping que oferecem alternativas mais sustentáveis aos seus hóspedes. Pode ser reaproveitar a água da chuva, ter um sistema de captação de energia alternativa, oferecer alimentos orgânicos, coleta seletiva e reciclagem do lixo ou qualquer outra prática que ajude a proteger o meio ambiente e a sociedade local.

Veja qual a forma mais sustentável de se locomover até o seu local de destino e se planeje para isso. Saiba quais os meios mais e menos poluentes para se transportar até lá.

Informe-se se existe alguma vacina que seja obrigatória para quem vai entrar no país e assegure-se de que ela esteja em dia. A medida não apenas evita que você pegue alguma doença, como previne que você introduza alguma outra naquela população.

Atenção ao que vai levar. A geração de lixo em outros países ou em outras cidades é um dos maiores problemas quando se fala nos impactos causados pelo turismo. Por isso, na hora de fazer as malas, faça uma avaliação cuidadosa das coisas realmente essenciais, isso pode fazer uma grande diferença para você e para seu destino.

Seja precavido. Evite levar jóias ou objetos de valor e faça cópias dos documentos mais importantes. Tenha ainda o número do consulado (caso esteja fora do país), de algum contato para emergências e da companhia de cartão de crédito.

Agora é só pegar a câmera fotográfica e botar o pé na estrada!

Fonte: ecodesenvolvimento.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário