segunda-feira, 1 de maio de 2017

Hidrômetro inteligente ganha prêmio da Oficina Fiware como melhor aplicativo desenvolvido...

 

Os estudantes de engenharia da computação da Universidade de Brasília (UnB) Matheus Veleci, 22 anos, e Eduardo Vilaça, 21 anos, foram os vencedores do prêmio da Oficina Fiware, que ocorreu de 24 a 26 de abril, na Vila Europeia, durante o IV Encontro Nacional dos Municípios, em Brasília. Os dois desenvolveram o aplicativo “hidrômetro inteligente” (sobre a melhor utilização da água), utilizando a plataforma Fiware, da União Europeia (UE).

Cerimônia de premiação

Estavam presentes à cerimônia de premiação, o ministro-conselheiro da União Europeia UE, Carlos Oliveira, integrantes da delegação da UE no Brasil, o gestor de projetos de Lisboa Eduardo Silva e professores da UnB e USP. Os ganhadores terão a oportunidade de visitar a maior feira mundial de cidades inteligentes, a “Expo Smart Cities Barcelona”, que ocorrerá de 14 a 16 de novembro de 2017, na cidade que leva o mesmo nome do evento, com todos os custos pagos.

Promovida pela UE, Universidade de São Paulo (USP) e UnB, a oficina contou com 14 estudantes de engenharia da computação da Universidade de Brasília que desenvolveram aplicativos para cidades inteligentes, utilizando a plataforma Fiware. Além do aplicativo vencedor, que abordava a melhor utilização da água, foram desenvolvidos outros sobre saúde, queima de calorias, reclamação dos problemas nas cidades, eventos culturais, como encontrar produtos nas proximidades.

Ferramenta Fiware

A ferramenta Fiware é uma plataforma aberta, sem custos ou royalties, criada pela UE para o desenvolvimento de aplicativos e serviços para a internet, incluindo áreas, como cidades inteligentes, transportes sustentáveis, logística, energia renovável e sustentabilidade ambienta. Segundo Oliveira, “o Brasil é um parceiro ideal para realizar esse trabalho em conjunto com a UE, porque o brasileiro tem iniciativa e criatividade. O uso dessa ferramenta no país vai permitir que os municípios e pessoas possam desenvolver tecnologia sem depender de empresas, de fornecedores únicos. É muito boa para o empreendedorismo e a inteligência coletiva”, declarou Oliveira.

Matheus Veleci, que desenvolveu o aplicativo hidrômetro inteligente, disse que a plataforma Fiware é de simples utilização. “Ela é ideal para armazenamento e atualização de dados”, revelou ao lembrar que faz parte de uma “startup” e enfrenta dificuldades ao armazenar informações de forma fácil.

Hidrômetro inteligente – é um hidrômetro que armazena tanto as informações sobre a qualidade da água, quanto sobre o consumo. Possui dois dispositivos: um que mede o fluxo do recurso hídrico e um termômetro que mede a temperatura e o PH. “Com essas informações, é possível calcular a quantidade e o fluxo e os padrões de consumo para poder orientar o usuário como melhor utilizar a água. A partir dele, também é possível detectar vazamentos”, explicou Veleci.

Fonte: saneamentobasico.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário