terça-feira, 11 de abril de 2017

Camarão capaz de gerar som é batizado em homenagem ao Pink Floyd...



Uma nova espécie de camarão pistola ganhou um nome para lá de “rock ‘n’ roll”. O animal, descoberto na costa pacífica do Panamá, foi batizado de Synalpheus pinkfloydi em homenagem à banda de rock psicodélico Pink Floyd.

A escolha do nome está relacionada a uma característica específica do camarão: a capacidade de gerar energia sônica. Quando fecha a sua garra rapidamente, ele cria uma bolha de alta pressão que, quando implode, resulta em um dos sons mais altos do oceano, capaz até mesmo de matar um peixe pequeno.

Outro atributo dessa espécie que sugere a nomeação é a sua garra. Ela tem uma coloração rosa brilhante, que lembra as cores vibrantes do movimento psicodélico que o Pink Floyd fez parte nos anos 70 e 80.

Entretanto, acima disso tudo, o que levou os pesquisadores a nomear o camarão dessa forma foi o amor pela banda. O brasileiro e autor principal do estudo, Arthur Anker, da Universidade Federal de Goiás (UFG), disse em um comunicado que escuta as músicas do Pink Floyd quando está trabalhando. “Agora, a banda e o meu trabalho foram felizmente combinados na literatura científica.”

Sammy De Grave, também autor da pesquisa e cientista da Universidade de Oxford, na Inglaterra, contou no comunicado que escuta a banda desde os 14 anos quando o álbum The Wall (1979) foi lançado. “A descrição desta nova espécie de camarão pistola foi a oportunidade perfeita para finalmente mencionar a minha banda favorita.”

Synalpheus pinkfloydi é uma espécie irmã relacionada a Synalpheus antillensis, descrita em 1909 e encontrada geralmente no Oceano Atlântico. As duas espécies possuem garras com cores chamativas, porém se diferenciam geneticamente, segundo os pesquisadores.


Esta não é a primeira vez que um animal recebe um nome relacionado ao Pink Floyd. Uma espécie de donzela, um inseto similar à libélula, já foi batizada de Umma gumma em homenagem ao álbum Ummagumma (1969) da banda.

Fonte: exame.abril.com.br/ciencia

Nenhum comentário:

Postar um comentário